segunda-feira, 5 de julho de 2010

O desafio da mudança de "hábitos"!

Será possível "mudar" pessoas!?
Nossa resposta é: dê a elas a oportunidade de se transformarem!!!


Às vezes uma conversa é tudo o que as pessoas precisam para descobrir o quanto são EXTRAORDINÁRIAS!!!


Não queremos aqui desafiar anos de pesquisa em comportamento, ou lançar mão de uma nova teoria. Nosso propósito é apenas um: provocar você a dialogar mais!!!
Temos, hoje, acesso a uma gama gigantesca de modelos, métodos e ferramentas de promover uma boa conversa. A própria Investigação Apreciativa, a Tecnologia do Espaço Aberto (Open Space, que resurgiu numa nova onda da moda, como se fosse novo - rs!!!) e a Biologia Cultural, todas formas de expandir o diálogo. As pessoas, e as organizações, mais do que nunca, precisam, ou merecem, isso!
A maioria das iniciativas em Treinamento&Desenvolvimento surgem pela necessidade de mudar pequenos "hábitos". E, a partir daí, se cria uma discussão fenomenal com aqueles que defendem que não podemos "treinar" pessoas.  Mas vamos deixar esse debate semiótico de lado por um momento, só para falar da mudança em si!
A "mudança de hábitos" não pode se basear na imposição de novas regras, nem mesmo no "convencimento". Está mais para um processo de conquista!
E a conquista se dá através do diálogo, quando propomos ao outro a reflexão sobre seu papel na mudança, provocando que ele responda a uma simples pergunta: o que você vai ganhar com isso!?!?!?
Estamos acostumados a fazer as perguntas "erradas". Perguntas às pessoas se elas querem mudar e sempre teremos uma resposta tão simplista quanto a pergunta, um sonoro não! Porém, e se perguntássemos se elas querem aprender... crescer... ser melhores!? Será que ainda ouviríamos um simples não, ou haveria, no mínimo, uma pausa dramática, para então um "talvez..."!? (hahahaha)
Dê a chance das pessoas participarem na construção de seus novos hábitos... Hábitos mais seguros, mais produtivos, mais assertivos!
Não se contentem com treinamentos que trazem currículos maravilhosos e uma lista de conteúdos fabulosos! Questione o quanto de tempo haverá para o diálogo, qual será a dinâmica de participação e de que forma serão assimiladas as expectativas, ideias e proposições para a mudança vindas da própria equipe!!!
Transforme o "público" em participante e, então, veremos de fato os hábitos de pessoas sendo mudados por PESSOAS!




Rafael
acreditando que a solução está na equipe e que nosso papel está em provocá-la para ser melhor!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário